Joomla TemplatesBest Web HostingBest Joomla Hosting

Carta a um político do PT – parte I

23/04/2006

Meu ex-prezado; de fato eu o prezava quando fui seu eleitor na última campanha, porque acreditei na sua cultura, na sua formação e na sua capacidade de discernimento, mesmo estando no PT, que sempre foi um partido pelo qual eu nunca me simpatizei com sua ideologia, mas o respeitava enquanto partido político por achar que ele tinha uma ideologia e isso já seria eticamente importante. Logo, se “V. Excia.” observar eu buscava com meu voto ética e discernimento baseado em formação cultural e não esperava dogmatismo ideológico já que não há no Brasil partidos que respeitem suas próprias ideologias, são todos apenas de fachada.

Para mim o resultado não poderia ter sido mais desastroso e minha decepção é maior com “V. Excia.” do que com outros políticos semi-analfabetos que temos por aí, ou aqueles abertamente fisiológicos que servem apenas para serem despachantes de luxo de sua turma quando atingem qualquer tipo de poder.

A decepção é grande porque políticos como “V. Excia.” são muito mais perigosos do que os analfabetos ou fisiológicos sem boa formação, porque sua cultura e capacidade de produzir raciocínios logicamente bem montados é maior que a desses outros e o veneno erísitico que “V. Excia.” emprega para justificar o injustificável, encobrir crimes, defender malfeitores e tentar manter uma estrutura de corrupção articulada nunca antes vista neste país é bem mais perigoso que os desvios e favores dos políticos sem essa base.

E mais triste ainda é ver que pessoas como “V. Excia” ao invés de utilizar sua capacidade para conscientizar cidadãos menos informados a serem mais conscientes do que se passa em nosso país e poderem decidir melhor no futuro, prefere manter essa massa fácil de se manipular como cidadãos de 5.a categoria.

Será que essa sua atitude de defesa intransigente de seu partido é apenas para salvar a sua pele e manter seu status e aí a decência e a vergonha ficam em segundo plano como bem demonstrou vossa colega de partido, a dançarina da pizza, ou “V. Excia.” acredita que pode convencer alguém alfabetizado com um mínimo de consciência e senso crítico que essa lista incomensurável de crimes e atentados à democracia e a ética que os membros de seu partido vem praticando são pura ilusão de ótica ou mera maledicência?

Será que tudo que a cúpula inteira do PT fez de forma assumida e confessada, logo sem qualquer dúvida, não era de seu conhecimento e evidentemente do conhecimento do arremedo de presidente que temos, chamado Lula? Mesmo ele tendo já de antemão confessado em Paris em entrevista que caixa 2 é coisa comum na política brasileira? Será que ele estava se referindo apenas à política dos outros partidos? Ora não me irrite!

Será que dá pra defender um partido que o próprio presidente mente e para justificar que nada sabia se diz traído pelos companheiros de partido, demonstrando que além de mentiroso é traidor dos amigos que o elegeram com os recursos ilegais?

Será que apenas tentando demonstrar que o PSDB também fez sujeiras no passado é suficiente para justificar todo esse mar de lama que o PT está metido e de forma confessada, comprovada, tida e havida? Ou estamos todos loucos e o que temos acompanhado são mentiras ou alucinações?

Na semana que vem complemento a carta com o restante de minhas considerações a um político do PT, que ao ler este artigo talvez aja como seu chefe como se não fosse com ele, que não sabe de nada.

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Compartilhe

FacebookMySpaceTwitterDiggGoogle BookmarksLinkedin

Parceiros

palestras

Visitantes